Economia (Crédito)

 A energia fotovoltaica, mais conhecida como energia solar, vem a cada dia se tornando uma crescente alternativa de investimento para os consumidores em geral.

 Com a chegada da resolução da ANEEL 482 de 2012, revisada em 2016, proporcionou ao consumidor de energia elétrica, a possibilidade de se tornar um microgerador ou minigerador.

 O consumidor que possui um desses tipos de usinas, tem a possibilidade de abater na sua conta de energia os kWh gerados e não consumidos durante o mês, caso a geração seja maior que seu consumo.

 Os créditos podem ser utilizados em até 60 meses, e a economia financeira pode chegar a 90% no final do mês.